Top menu Portuguese

Preparing minds and bringing people together so that peace agreements can be signed and  implemented
Projeto Grandes Lagos - Burundi
Preparando mentes e unindo pessoas para que os acordos de paz possam ser assinados e implementados.

A construção da paz no Burundi

"Compreender a angústia e raiva dos protagonistas; gerir as suas emoções a fim de trazê-los de volta ao fundamental e assegurar que as negociações não se degenerem em um campo de batalha." - Thomas Ntambu, líder do projeto

Desde 2000, Iniciativas de Mudança tem trabalhado para a paz na região dos Grandes Lagos, em Burundi, na República Democrática do Congo e em Ruanda. O objetivo não é estabelecer negociações, mas preparar as mentes e unir as pessoas para que os acordos de paz possam ser assinados e implementados.

Desde 2003, o trabalho se concentrou em Burundi, a pedido dos burundianos, que temiam que o seu país caísse de volta ao caos. Um processo longo e contínuo foi criado, objetivando oferecer suporte para os principais intervenientes no conflito no país. Em grande medida, isso envolve incentivá-los a falarem sobre suas feridas e seus medos e estabelecer laços de confiança entre eles, com base em ouvir um ao outro e refletir sobre as suas próprias responsabilidades.

Marcos importantes

De 2001 a 2007: numerosas missões em Bujumbura e Tanzânia, para encontros com os líderes de todos os lados, incluindo em particular o Palipehutu-FNL.

Março de 2003: mesa redonda reunindo representantes do governo, do exército, FRODEBU, a Igreja Católica, o CNDD-FDD, que na época era um grupo rebelde, e o Palipehutu-FNL. Dois líderes CNDD-FDD confidenciaram aos organizadores que, sem essa mesa redonda, eles não conseguiriam assimilar o processo político.

Junho de 2003: mesa redonda reunindo representantes do governo, do exército e da Palipehutu-FNL. Hostilidades foram posteriormente reiniciadas, mas a reunião foi, todavia, um marco importante na mudança de mentalidades e no estabelecimento de um diálogo.

Abril de 2004: treinamento de diálogo dado aos oficiais do Palipehutu-FNL durante o congresso de Kigoma.

Primavera e verão de 2006: o governo e o Palipehutu-FNL solicitaram a Iniciativas de Mudança para acompanhar as pessoas envolvidas nas negociações de Dar es Salaam, o que culminou com os acordos de cessar-fogo em junho e setembro de 2006.

Abril de 2007: evento "conversa honesta" em Caux, que reuniu 33 líderes: políticos, militares, religiosos e da mídia.

Maio de 2007 a julho de 2008: presença permanente no terreno para apoiar o processo de construção da paz. Contato permanente com todos os elementos da vida política e social do Burundi e apoio específico do Palipehutu-FNL, o último grupo rebelde, com o objetivo de reintegrá-los nas instituições políticas. Criação de uma rede de pessoas comprometidas em trabalhar em conjunto para normalizar a vida política.

Financiamento

Este programa é atualmente financiado pelo Departamento das Relações Exteriores do governo suíço.

Mais Informações

Cover of a book of experiences from the African Great Lakes region, including the story of Angelo Barampama, now a member of the Swiss Caux Foundation.Veja também Além do ódio, Construção da Paz, um novo livro de experiências de construção da paz na região dos Grandes Lagos Africanos ('Dépasser la haine, construire la paix).