Notícias

soiree optimisme ic france dialogue

Noite de Debate sobre Otimismo, em Paris

Organizado por IdeM França

segunda-feira, 25. Janeiro 2016

Debate evening on Optimism in Paris

Na noite de quarta-feira, 16 de Dezembro, 25 pessoas de todas as gerações e uma mistura diversificada de culturas reuniram-se num café-bar no CERISE Center, perto de Châtelet, no coração de Paris, para debater “Podemos permanecer positivos em tempos incertos ?” A noite foi organizada em conjunto por IdeM França e o Clube d'Alembert, um clube criado por um grupo de jovens de Vélizy.

soiree sur l'optimisme I&C France Paris

O formato da reunião baseou-se no modelo de espaços de diálogo específicos do programa Diálogo e Cidadania. A parte essencial da noite foi permitir o intercâmbio em pequenos grupos em torno das questões que, por sua vez, convidavam cada participante a contribuir com seus próprios pensamentos e experiências sobre a questão do otimismo.

No início, cada participante foi perguntado se eles se consideravam otimistas, pessimistas ou entre os dois. Uma boa maioria declarou-se otimista. Apenas um se descreveu como resolutamente pessimista. No final da noite, um ou dois participantes voltaram ao seu primeiro ponto de vista, um sinal de que as trocas eram desafiantes o suficiente para que eles questionassem a sua própria posição original.

Primeiramente os participantes foram convidados a falar sobre as circunstâncias que haviam reforçado ou, ao contrário, abalado seu otimismo. Os muitos participantes que se descreveram como otimistas em relação à sua capacidade de viver sua vida como queriam foram mais pessimistas em relação à sociedade quando as frases “o mundo em declínio” ou “sociedade em declínio” foram mencionadas na discussão. Vivemos numa época em que a humanidade está procurando se encontrar.

Entre uma das ideias centrais que surgiram foi que quaisquer testes ou obstáculos que não superamos não nos levam necessariamente ao pessimismo. Um participante, mesmo tendo desistido de suas grandes esperanças e representações da vida, baseou-se na observação de que a nossa passagem na terra é um teste. No entanto, o importante é a nossa vontade de agir, de fazer a nossa parte, sem nos preocuparmos em demasiado com o resultado, uma referência a um retrato de um beija-flor que trouxe uma gota de água para apagar o fogo.

O otimismo depende dos resultados esperados? “O otimismo não precisa depender dos resultados porque é melhor não ter resultados do que não ter feito nada!” - exclamou um participante. No entanto, o otimismo ainda está ligado à nossa estima de nós mesmos. Pode, portanto, depender do sucesso ou fracasso, mas também, muitos pensaram que as experiências que vivemos contam mais do que cada sucesso ou fracasso. Um participante pediu certo afastamento para não ser apanhado pelas decepções.

O otimismo depende das circunstâncias ou daqueles que nos rodeiam? Havia muitas respostas a esta pergunta. Nós trouxemos duas ideias principais: uma, que é difícil permanecer otimista quando nós nos fechamos e nos afastamos do outro; e dois, quando continuamente sentimos o peso de opiniões negativas dos outros sobre nossas origens ou convicções, a confiança que temos em nós mesmos e nosso otimismo acabam sendo afetados.

Daí a importância de trabalharmos dentro de nós mesmos para nos construirmos a partir do interior e não depender muito do que está no exterior. “Otimismo é um estado de espírito”, foi dito, “uma força da mente. O otimismo é uma soma de pequenas coisas.”

Um participante ressaltou a importância de não se opor ao otimismo ou ao pessimismo, recompensando o primeiro e considerando o pessimismo como algo necessariamente negativo. Aquele que é um pouco pessimista pode demonstrar melhores habilidades de escuta e ter uma mente mais aberta do que um otimista que é muito cheio de certezas.

Se o pessimismo da razão pode ser oposto ao otimismo da força de vontade, para tomar emprestadas as palavras de um político italiano, citadas ao longo da noite, podemos concluir que o nosso próprio dom e envolvimento é que são os melhores alicerces do otimismo. A vontade de agir e de ser fiel às nossas crenças, que se tornou aparente na maioria das respostas, leva a um otimismo indomável onde cada um de nós pode fazer a diferença.

Tradução por Paulo Zanol