Top menu Portuguese

Vozes Globais

Indivíduos de muitas culturas, nacionalidades, religiões e crenças estão atualmente envolvidas com Iniciativas de Mudança. Esses comentários representam suas visões e não necessariamente as de Iniciativas de Mudança como um todo. Se deseja contribuir com um comentário, por favor nos envie um email. Acolhemos retornos que contribuam com o objetivo conforme posto neste website, qual seja o de construir relacionamentos de confiança em meio às divisões do mundo. Os editores se reservam o direito de recusar contribuições que utilizem linguagem imoderada ou que difamem outros e que, em nosso ponto de vista, não encorajam o diálogo produtivo.

quinta-feira, 01 Dezembro, 2016
Dick Ruffin

O pesadelo dos Estados Unidos acabou. Ou, acabou? As toxinas infundidas no corpo político através de uma campanha horrível e prolongada não são facilmente eliminadas. Não foram apenas os candidatos que ostentaram valores básicos de honestidade, respeito e decência, instigados por uma mídia faminta. Nós, eleitores e não-eleitores, na mesma medida, fomos cúmplices, quer pelo nosso silêncio, quer pelo que dissemos ou passávamos, ou simplesmente pelo gosto com que assistimos à derrota, como crianças numa briga de comida.

segunda-feira, 07 Novembro, 2016
Abiodun Owoseni

Em setembro, o governo nigeriano lançou uma campanha de reorientação com o slogan “A Mudança Começa Comigo”. Eu estava na Índia na época e compartilhei minha empolgação com alguns amigos que, como eu, acreditam que é dessa abordagem que o mundo precisa. Expressei minhas grandes esperanças de que a nossa equipe nigeriana de Iniciativas de Mudança faria uma contribuição significativa para esta campanha, mas depois de voltar para casa, descobri que não era para ser, pelo menos, ainda não.

sexta-feira, 30 Setembro, 2016
Ron Lawler

Em nosso foco sobre os aspectos ideológicos do extremismo, não devemos ignorar o papel da violência, intimidação e humilhação em casa. A casa não oferece nenhum espaço para culpar outra raça ou religião para o abuso de inocentes. Somos “nós”, não “eles”, os responsáveis.

quinta-feira, 15 Setembro, 2016
Rishab Khanna

A primeira vez que Rishabh Khanna foi à Caxemira, experimentou as dificuldades de viver em uma região onde você tem uma arma apontada para sua cabeça o tempo todo. Ele acredita que "o que precisamos é dar uma olhada honesta em nos mesmos e iniciar um verdadeiro diálogo com os cidadãos".

terça-feira, 06 Setembro, 2016
Maria del Corral

Após quatro anos de negociações de paz, e uma série de críticas de todos os lados, os negociadores oficiais e líderes das FARC finalmente foram capazes de chegar a um acordo detalhado, o que permitirá as FARC abandonar sua luta armada e tornar-se um partido político. No entanto, uma consulta democrática tem de ser votada em Outubro próximo, para legalizar o acordo... Várias tentativas de paz foram assinadas e experimentadas no passado na Colômbia com as FARC, mas o que torna essa negociação especial, e talvez esperançosa, é que nenhuma das tentativas anteriores implicou uma análise tão longa e detalhada e debate político e social, nem incluíram uma grande variedade de influências de convidados internacionais, de países com conflitos armados e acordos de paz semelhantes, como a Irlanda e África do Sul, além da intervenção da ONU, tanto durante as negociações como durante o pós-conflito e período de desarmamento.

quinta-feira, 07 Julho, 2016
Shoufeng Hsu

Hsu Shoufeng visitou recentemente Pequim, Xangai, Cantão e Chengdu. "A magnificência da Grande Muralha era ainda mais notável sob a tempestade fria. De volta ao hotel, finalmente consegui escalar a grande muralha de segurança, o firewall, para acessar minhas contas de Facebook e gmail. Achei engraçado o contraste entre essas duas muralhas: uma construída para impedir a invasão dos Mogóis e a outra para impedir a saída dos usuários Chineses."

sexta-feira, 24 Junho, 2016
Mike Smith

É preciso haver um longo período de salutar reflexão após o voto do Brexit do Reino Unido. Houve claras diferenças regionais. Londres votou 60 por cento a favor da permanência; Escócia e Irlanda do Norte também votaram para permanecer. As implicações constitucionais para o Reino Unido como um todo são agora incerto. Eles e nós, os londrinos, fomos anulados por grandes áreas do resto do Reino Unido. Mas e a divisão geracional? Isso é mais difícil de saber. Será que esses Milênios, que são décadas mais jovem do que eu e que cresceram como membros da UE, com todo o internacionalismo que isso implica, agora se sentem rejeitados – ou mesmo traídos – por uma geração mais velha que votou pelo Brexit?

quinta-feira, 23 Junho, 2016
Séverine Chavanne

Na Grã-Bretanha, a mídia tem nos proporcionado muitas oportunidades para explorar argumentos tanto para a permanência quanto para e saída da UE, especialmente em termos de economia, imigração e soberania, por isso não vou rever estas questões já tão discutidas. Em vez disso, vou destacar como a UE (e nós, seus cidadãos) perderam de vista a sua visão inicial, e como ela não está cumprindo as nossas aspirações e, na ocasião, fazendo muitos de nós, cidadãos europeus, infelizes com a UE como ela está hoje. Mas eu também gostaria de compartilhar como me sinto, que o caminho a seguir é mais – e diferente – a união da Europa.

segunda-feira, 20 Junho, 2016
Mike Smith

O assassinato em plena luz do dia da britânica de 41 anos Jo Cox, do Partido Trabalhista e Membro do Parlamento, teve o mesmo efeito psicológico em nós, britânicos, do que o efeito que o assassinato em massa de 49 pessoas em Orlando teve nos americanos. Ambos nos levaram ao luto. Ambos nos deixaram às lágrimas. E com raiva do fato de que tais atrocidades podem acontecer.

terça-feira, 14 Junho, 2016
Muhammad Ali

Tem me incomodado o fato de que os louvores dispensados a Muhammad Ali na última semana têm sido tão acríticos, simplificando a história de um homem muito mais complicado. O escritor e ativista Quaker, Tom Ewell, nos lembra que houve momentos em que Ali não era nenhum santo, mas cresceu para se tornar o ícone de coragem de dizer a verdade e de desobediência civil que honramos hoje. O elogio de Ewell reconhece o alcance da difícil e corajosa jornada de Ali. – John Graham.

Páginas